TRANSTORNOS

Dinheiro da festa de São João será aplicado na recuperação de áreas atingidas pelas chuvas no Paulista

Prefeitura havia anunciado que não iria realizar a festividade após centenas de famílias ficarem desabrigadas. Operação começou hoje

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 13/06/2016 às 14:20
Leitura:
Foto: Clarissa Siqueira/ Rádio Jorna


Quem teve a casa invadida pelas águas no último mês no município do Paulista, na Região Metropolitana do Recife, começou a ver ações para recuperar as áreas destruídas nos bairros. Deve seguir até o mês de julho a "Operação Ajuda", com objetivo de limpar ruas e canais, podas de árvores, além de cadastros sociais e serviços de saúde a quem perdeu o pouco que tinha.

A iniciativa deve permanecer uma semana em cada local e teve início nesta segunda-feira (13) na Vila Fragoso, no bairro do Fragoso. Depois a ação segue até a vila da Chesf, em Torres Galvão, Vila dos Canos, em Jardim Paulista, e Meia Luna, em Paratibe.

A população que sofreu com as enchentes achou válida a iniciativa, mas muitos reclamam que a atitude chegou tarde. A aposentada Miriam Barbosa da Silva espera que agora a situação mude. “Tô dormindo numa cadeira de balanço. Perdi colchão de casal, cama, estante, guarda-roupa, até na geladeira entrou água”, contou a mulher, dizendo que a prefeitura não fez nada até o momento.

Confira os detalhes na reportagem de Clarissa Siqueira:

Já a dona de casa Maria do Carmo Almeida diz que vai fazer de tudo para reconstruir o que a enchente levou. “Acabou tudo. Não tenho nada. Só tenho a noite e o dia porque Jesus me dá”, lamentou a moradora.

Cerca de R$ 500 mil, que antes seriam investidos nas festas de São João do município, vão ser empregados na operação. A iniciativa conta com a participação de 460 pessoas, entre funcionários da Secretaria de Saúde e de Infraestrutura do município.

O prefeito do Paulista, Júnior Matuto, detalha como será a recuperação das áreas. “Quando decretamos emergência foi exatamente para que a Defesa Civil Nacional reconheça para que parta com aluguel social que é importante para amenizar o sofrimento dessas pessoas”, destacou.

Mais de 800 pessoas ficaram desabrigadas no Paulista por causa das chuvas e outras 4 mil famílias perderam tudo.

Mais Lidas