TERROR

Idosas relatam pânico em abrigo que já foi assaltado três vezes em um ano

Três homens armados pularam o muro e assaltaram o Centro Geriátrico Padre Venâncio nesta sexta. Hoje, abrigo de idosas que fica na Várzea completou 88 anos

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 17/06/2016 às 11:22
Leitura:
Abrigo foi assaltado três vezes em menos de um ano. Foto: Clarissa Siqueira/Rádio Jornal


Reportagem de Clarissa Siqueira

Dor, tristeza e medo. Esses são os sentimento das 60 idosas que moram no Centro Geriátrico Padre Venâncio, no dia em que o espaço completa 88 anos. O abrigo fica na área da antiga Cúria Metropolitana da Igreja Católica, no bairro da Várzea, Zona Oeste do Recife. Nesta sexta-feira (17), o asilo foi assaltado pela terceira vez em menos de um ano.

Desta vez, três homens armados com facas e uma espingarda pularam o muro por volta das 5h30 e anunciaram o assalto. Iná Gonçalves, de 89 anos, foi quem viu os suspeitos. Ela foi empurrada pelos homens, que estavam encapuzados e muito violentos. “Eles queriam entrar e me empurraram. Eu disse ‘que é isso?’ Eles responderam: ‘é um assalto. eu quero é dinheiro’”, disse, ainda assustada.

Legenda

Uma das cuidadoras, que não quis se identificar, diz que o desespero foi geral. “Dois estavam armados, um deles com uma foice imensa. Foi muito pânico. Eu, minhas colegas e as idosas ainda estamos abaladas”, disse.

A diretora administrativa do abrigo, Rosário Alves da Costa, explica que o local é administrado pela Santa Casa de Misericórdia e que precisa de mais segurança. O Centro Geriátrico tem apenas um vigilante. “Esses assaltantes são nossos vizinhos, moram atrás [do abrigo] e sabem que não podemos usar arma”, disse.

A Polícia Militar chegou ao abrigo 40 minutos depois do assalto. Apesar da violência da ação, apenas a bolsa de uma das enfermeiras foi levada pelos assaltantes.

Mais Lidas