MOBILIDADE

Confusão marca primeiro dia útil de funcionamento do TI Abreu e Lima

Apesar dos orientadores, população enfrentou dificuldades para encontrar pontos de embarque e desembarque e saber os itinerários

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 20/06/2016 às 15:05
Leitura:
Foto: Clarissa Siqueir/ Rádio Jornal


Não foi por falta de orientadores do Grande Recife Consórcio de Transporte, mas centenas de passageiros que precisaram utilizar ônibus nesta segunda-feira (20) entre os municípios de Olinda e Igarassu ficaram perdidos. No primeiro dia útil de funcionamento do Terminal Integrado de Abreu e Lima, mudanças no itinerário e nos pontos de embarque e desembarque pegaram de surpresa os usuários.

No novo TI, funcionam agora 11 linhas, destas, seis ficavam antes no Terminal Pelópidas Silveira. São elas: Caetés 1, 2 e 3, Loteamento Bonfim, Loteamento Planalto e Desterro. Ainda no Terminal Abreu e Lima, uma das mudanças que não agradaram ao público foi a extinção da linha Caetés 1/Macaxeira.

Agora, quem deseja sair de Caetés e ir até a Macaxeira tem que pegar dois ônibus. Foi o caso do operador de máquina, Rafael Ribeiro. “Piorou a situação. Eu já chegava atrasado, agora vou chegar mais atrasado ainda”, disse.

Confira os detalhes na reportagem de Clarissa Siqueira:

Já o Terminal Pelópidas Silveira, na rodovia PE-22, recebeu seis linhas que antes ficavam no terminal da PE-15: Jardim Paulista Alto e Baixo, Arthur Lundgren 1 e 2, Paratibe e Mirueira. Outra mudança que também não agradou os passageiros que lotaram pela manhã o terminal.

Viviane Santos destacou que para sair de Afogados e ir até Artur Lundgren, antes pegava dois ônibus, com intervalo no terminal PE-15. Atualmente, ela pega três coletivos, sempre cheios.

De acordo com o Grande Recife Consórcio de Transporte, as mudanças prejudicam alguns, mas beneficiam a maioria. Sobre as dúvidas dos passageiros, o órgão afirma que 80 orientadores devem ficar até o dia 30 de junho em seis terminais integrados.

Segundo o diretor de operações do Grande Recife, André Melibeu, diante da reclamação dos usuários, adaptações nas linhas ainda podem ser feitas. “Nós estamos falando de seis mil passageiros que tiveram um ganho, em compensação 2 mil tem que fazer um transbordo a mais. É uma adequação que está sendo feita, pode-se chamar de sacrifício”, disse, acrescentando que a arrumação era necessária.

Dúvidas sobre o funcionamento das linhas e dos terminais integrados podem ser esclarecidas também pela central de atendimento do Grande Recife, pelo número 0800.081.01.58.

Mais Lidas