CRIME AMBIENTAL

CPRH apreende 20 quilos de carne de arribaçã em Afrânio

O produto estava embalado e armazenado dentro de um freezer, pronto para ser comercializado em feiras livres da região

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 20/06/2016 às 15:41
Leitura:
Foto: Divulgação | CPRH


Neste final de semana, a Agência Estadual de Meio Ambiente de Pernambuco (CPRH) apreendeu 20km de carne de arribaçã em uma residência na zona rural de Afrânio, no Sertão de Pernambuco. O produto estava embalado e armazenado num freezer, pronto para ser comercializado em feiras livres da região.

Pelos cálculos dos fiscais da CPRH, cerca de 200 arribaçãs - uma espécie de pombo do campo - foram sacrificadas. No local estava apenas a dona de casa Sandra Sá Nunes, esposa do suposto autor do crime, Gilberto Santana Nunes, que escapou do flagrante. Foi aplicada uma multa no valor de R$ 10 mil.

A CPRH chegou ao local através de denúncias, que relatavam inclusive que o acusado também caçava outras espécies em proteção, como tatus e tamanduás, que seriam vendidos como iguaria para o consumo humano. O Ministério Público vai ser acionado para que a Justiça seja informada, pois Gilberto Santana Nunes já cumpre pena em regime condicional.

Foto: Reprodução


A arribaçã é uma ave migratória e costuma ser vista com mais intensidade no verão e na primavera em Pernambuco. É nesse período que os caçadores identificam os ninhos e esperam o anoitecer.

Mais Lidas