OPERAÇÃO TURBULÊNCIA

Empresário investigado pela Operação Turbulência é encontrado morto

Paulo Cesar de Barros Morato, que estava foragido, foi localizado em um motel, na noite desta quarta-feira (22), em Olinda

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 22/06/2016 às 21:53
Leitura:
Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem


A Polícia Federal confirmou a informação de que o último alvo da Operação Turbulência, o empresário Paulo Cesar de Barros Morato, que estava foragido, foi encontrado morto em um motel localizado na segunda perimetral, em Olinda, na noite desta quarta-feira (22).

Foto: Reprodução


Policiais civis foram até o local realizar a perícia do corpo e do quarto onde ele foi encontrado. Paulo Cesar de Barros Morato era dono da Câmara e Vasconcelos, uma empresa de fachada que, segundo a PF, teria recebido R$ 18,8 milhões da OAS. Parte deste valor teria sido usado para comprar o avião Cessna usado por Eduardo Campos e Marina Silva na campanha presidencial de 2014. Na conta do empresário, foram encontrados R$ 24,5 milhões.

Mais Lidas