GOLPE

Polícia orienta população em casos de golpe do sequestro por telefone

Nos últimos dez dias, 12 casos de golpes foram registrados gerando prejuízo de mais de R$ 10 mil

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 22/06/2016 às 17:32
Leitura:
Imagem: Reprodução


O número crescente de golpes por telefone, em que criminosos informam sequestro de familiares e exigem pagamento de recompensa, acende um sinal de alerta. Nos últimos dez dias, 12 casos de golpes foram registrados gerando prejuízo de mais de R$ 10 mil.

Os golpistas, que ligam de números de outros estados, se aproveitam do desequilíbrio emocional para pedir que os valores sejam depositados em contas correntes em nome de outras pessoas, geralmente com documentos perdidos, e conseguem o valor desejado.

O delegado titular do Cordeiro, João Gustavo Godoy, esclarece que os criminosos atuam sempre do mesmo jeito. “Normalmente eles fazem ligação de número não identificado e automaticamente uma pessoa que está gritando ou chorando se passa por um filho ou filha. O sequestrador pede a pessoa que não desligue e pede o valor”, disse.

As vítimas tem perfil variado. Nestes casos, aposentados, empresários e até beneficiários do bolsa família. O delegado que conduz a investigação ressalta as dificuldades em conseguir prender esses golpistas. “Até agora, as investigações mostram que as quadrilhas não são de Pernambuco”, afirma.

A aposentada Nádia Macedo foi vítima por duas vezes. Ela contou que ficou nervosa na primeira vez. “Eu paralisei. Foi a sorte porque não dei continuidade e eles desligaram. Da segunda vez já usei essa estratégia”, conta.

Confira os detalhes na reportagem de Rafael Carneiro:


Mais Lidas