ANGÚSTIA

Mãe cobra empenho da Polícia para localizar adolescente desaparecida há um mês

Garota de 14 anos está desaparecida desde 24 de maio. Mãe suspeita que filha tenha sido assassinada

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 27/06/2016 às 6:25
Leitura:
Foto: reprodução/facebook


Dharma de Andrade Vilas Boas Barbosa tem 14 anos e é a caçula de três irmãs. Suspeitando estar grávida de dois meses, Dharma está desaparecida desde o dia 24 de maio.

De acordo com a dona de casa Ana Paula Alves de Andrade, de 41 anos, a filha foi vista pela última vez na comunidade da Ponte Preta, em Olinda. Para ela, o maior desespero é não saber se a filha está viva ou morta.

Angustiada, mãe de Dharma de Andrade Vilas Boas Barbosa pede empenho da Polícia para encontrar a filha, viva ou morta. Ana Paula diz o fato da filha ser dependente química justifica seu assassinato. "Se ela estiver morta, quero encontrar o corpo dela para poder descansar":

Para a polícia, o crime não está comprovado, embora existam fortes indícios do assassinato da adolescente. Em depoimento, um garoto que estava na companhia de Dharma confessou à Polícia que arrastou o corpo até um mangue.

De acordo com a mãe, esse adolescente seria irmão do namorado de Dharma e teria entrado na casa delas obrigando a menina a ir beber com ele. Ana Paula afirma ainda que ele teria ameaçado estuprar e matar a menina, que havia se recusado a ter um relacionamento com ele.

Seguindo a denúncia do adolescente, Ana Paula e a Polícia foram até o local onde o corpo de Dharma estaria enterrado e fizeram buscas, mas não encontraram nada.

Após de indicar o nome de outro adolescente como o autor dos disparos, ele acabou sendo liberado. A Polícia diz que não houve flagrante e que aguarda o parecer do ministério público para efetuar a apreensão dos envolvidos.

Mais Lidas