STF

Ministro Dias Toffoli revoga prisão do ex-ministro Paulo Bernardo

O ministro do STF determinou que a Justiça de São Paulo avalie a aplicação de medidas alternativas

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 29/06/2016 às 13:26
Leitura:
Foto: Reprodução

O ex-ministro e ex-deputado pelo PT, Paulo Bernardo, que estava preso desde a última quinta-feira (23) por conta da operação Custo Brasil da Polícia Federal teve a prisão revogada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli, nesta quarta-feira (29).

Os detalhes na reportagem de Romoaldo de Souza:

De acordo com informações do jornal Folha de São Paulo a decisão foi uma resposta da reclamação feita pelo advogado de Paulo Bernardo, Juliano Breda, junto ao tribunal.

LEIA TAMBÉM: Parlamentares comentam Operação Custo Brasil e prisão de Paulo Bernardo

Empresários presos no Recife envolvidos em esquema de desvio de verba

Dias Toffoli disse na decisão que houve “flagrante e constrangimento ilegal, passível de correção por habeas corpus de ofício”, por isso determinou de maneira cautelar a revogação da prisão preventiva.

O ministro do STF determinou que a Justiça de São Paulo avalie a aplicação de medidas alternativas, como uso de tornozeleira eletrônica.

Mais Lidas