SAÚDE

Pacientes com suspeita de hanseníase são atendidos na Imbiribeira

Moradores da Irmã Doroty receberam visita de médicos e enfermeiros. Local registrou 41 casos de hanseníase em 2015

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 29/06/2016 às 11:13
Leitura:
Foto: Rafael Carneiro/Rádio Jornal


A comunidade Irmã Doroty, no bairro do Imbiribeira, Zona Sul do Recife, recebe nesta quarta-feira (29) a visita de médicos dermatologistas e enfermeiros para atender casos suspeitos de hanseníase. De acordo com a Secretaria de Saúde do Recife, o local é umas das áreas de atenção à doença.

Em 2015, o Distrito Sanitário VI identificou 41 casos de hanseníase e, em 2016, outros 19 já foram confirmados. Apesar de ser uma doença de pele, a hanseníase é transmitida por gotículas de saliva, secreção nasal ou contato íntimo com o paciente infectado.

Foto: Rafael Carneiro/Rádio Jornal


A hanseníase atinge principalmente a pele e os nervos periféricos, além dos olhos e do nariz. Se não tratada, a hanseníase causar alteração na musculatura esquelética e deformidades nos membros.

Mais Lidas