POLÊMICA

PM nega truculência em protesto de moradores do Córrego dos Guararapes

Os manifestantes protestaram contra um muro erguido pelo Exército Brasileiro, que demarca o Parque Histórico Nacional dos Guararapes

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 29/06/2016 às 16:22
Leitura:
Corpo de Bombeiros foi acionado para controlar chamas
Foto: Rafael Carneiro/ Rádio Jornal


Os moradores do Córrego dos Guararapes, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, interditaram a Estrada da Batalha, no sentido Prazeres. O trânsito ficou prejudicado por mais de uma hora ocasionando uma longa fila de carros.

Os manifestantes protestaram contra um muro erguido pelo Exército Brasileiro, que demarca o Parque Histórico Nacional dos Guararapes. O local é considerado de preservação ambiental.

Pedro Júnior, morador da localidade, reclama que as cercas impedem entrada e saída.

As chamas dos entulhos utilizados queimados na via foram controladas pelo Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar teve trabalho para controlar os ânimos dos moradores.

No contato entre as partes uma adolescente passou mal ao entrar em contato com spray de pimenta, usado por policiais militares do 6º Batalhão para acalmar a situação.

Os detalhes na reportagem de Rafael Carneiro:

Em nota, o comando da 7ª Região Militar explicou que está cumprindo determinação judicial federal no Parque Nacional dos Guararapes e reitera que não haverá retirada de pessoas das casas, nem nenhum tipo de cerceamento de acesso. E encerra que todos foram notificados com antecedência da decisão.

A Polícia Militar informou, por meio de nota, que não há registros na central de ocorrências desta corporação de possíveis vítimas decorrentes da ação policial.

Mais Lidas