CONSUMIDOR

Depois de reclamações, Correios vão ser investigados pelo Procon

A demora na entrega de correspondências e mercadorias provocou a abertura de uma investigação do Procon Pernambuco contra os correios

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 01/07/2016 às 16:07
Leitura:
Foto: JC Imagens

A demora na entrega de correspondências e mercadorias provocou a abertura de uma investigação do Procon Pernambuco contra os correios. De acordo com o órgão de defesa do consumidor, há cerca de dez reclamações por dia contra a empresa brasileira de correios e telégrafos. Além disso, há consumidores que estão sem receber encomendas há mais de vinte dias.

Segundo o gerente jurídico do Procon Pernambuco, Roberto Campos, a estatal já foi notificada a comparecer ao órgão, “os correios já confessaram que não tem mão de obra em quantitativo suficiente para entregar as mercadorias”, disse.

Muitos clientes estão procurando o centro de entrega dos correios, no bairro do Bongi, no Recife, para tentar adiantar a entrega das correspondências e mercadorias. Mas ao chegar ao local, encontram atendimento limitado a 50 fichas por dia. Alguns consumidores relataram ao Procon que tiveram encomendas extraviadas ou avariadas. Roberto campos explica ainda que quem se sentir prejudicado deve procurar o órgão.

A audiência irá ocorrer na próxima segunda-feira, às onze da manhã, na sede do Procon Pernambuco, no bairro de São José.

Confira outras informações na matéria do repórter Erick França:

Mais Lidas