OPERAÇÃO

Nova fase da Lava Jato apreende dinheiro e documentos em Pernambuco

Mandados de busca e apreensão foram cumpridos dentro da Operação Sepsis

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 01/07/2016 às 14:40
Leitura:
Foto: Reprodução/ TV Jornal


Da sede da Polícia Federal, no bairro do Recife, equipes de policiais seguiram para o cumprimento de mandados de busca e apreensão, dentro da Operação Sepsis, uma nova fase da Lava Jato.

Na Zona Sul da capital pernambucana, os alvos foram dois endereços residenciais. Nestes locais a polícia apreendeu um notebook, 30 mil euros e 50 mil dólares, valor que se convertido pode chegar a mais de R$ 270 mil.

Já na sede da empresa Cone S/A, no Complexo do Porto de Suape, na Região Metropolitana do Recife, volumes de documentos foram recolhidos e trazidos para o prédio sede.

Giovani Santoro, chefe de comunicação da PF em Pernambuco, explica o encaminhamento do material. “Todo este material vai ser encaminhado para Brasília, que deve encaminhar à superintendência em Curitiba, no Paraná, onde está sendo o prosseguimento da Operação Lava Jato”, disse, contando que o material vai passar por uma perícia técnica.

Confira os detalhes na reportagem de Rafael Carneiro:

Além do Recife, a PF cumpriu um total de 19 mandados em São Paulo, Rio de Janeiro e no Distrito Federal. Entre os alvos da Sépsis, estão o doleiro Lúcio Funaro, com mandado de prisão preventiva expedido e ligado ao presidente afastado da Câmara dos Deputados Federais, Eduardo Cunha.

Em nota, a empresa Cone S/A PROMETEU SE manifestar quando tiver conhecimento de todo o conteúdo da denúncia. Neste momento, a companhia está à disposição das autoridades e colaborando para que todas as questões sejam esclarecidas o mais breve possível.

Mais Lidas