HABILITAÇÃO

Simulador passa a ser obrigatório e custo da primeira habilitação sobe em até 30%

Preço para tirar a carteira de motorista fica mais caro a partir de agosto com a adoção do simulador e da telemetria por CFCs, que são, agora, obrigatórios

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 01/07/2016 às 9:37
Leitura:
Foto: Reprodução


Quem quiser tirar a carteira de motorista a partir do mês de agosto vai precisar pagar até 30% a mais do que o valor cobrado atualmente nos Centros de Formação de Condutores (CFC). É que, a partir do prórximo mês, o uso dos programas de simulador e telemetria passa a ser obrigatório durante as aulas práticas.

A novidade deve agravar a crise no setor, verificada pela queda no número de emissões de CNH no primeiro semestre de 2016, em comparativo com o mesmo período de 2015. O simulador vai ser usado em oito aulas, enquanto a telemetria, um software colocado nos carros que filma o aluno, precisa ser usado durante as 17 aulas práticas obrigatórias.

Os CFCs defendem um novo adiamento do prazo e, assim, a continuidade dos preços por um período mairo. O presidente do Sindicato dos Proprietários das Auto Escolas de Pernambuco, Ygor Valença, teme atrasos:

Mais Lidas