INSEGURANÇA

Atendimento do Disque-Denúncia Agreste é suspenso por tempo indeterminado

Falta de recursos financeiros foi o motivo da interrupção do serviço

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 07/07/2016 às 15:39
Leitura:
Foto: Reprodução/ TV Jornal

Mesmo com o aumento da violência no Agreste de Pernambuco, uma novidade, nada agradável, pegou todos de surpresa. O atendimento da central de serviço Disque Denúncia Agreste ficará suspenso por tempo indeterminado a partir desta sexta-feira (8).

O motivo é impossibilidade de renovação da parceria do Governo do Estado, através da Secretaria de Defesa Social (SDS), para o repasse de recursos financeiros indispensáveis para o funcionamento do serviço.

Confira os detalhes na reportagem de Berg Santos:

O coordenador do Disque Denúncia Agreste, Alexandre Cesar, lamentou a situação. “Em reunião, a diretoria da Instituição Movimento Agreste contra o Crime decidiu suspender as atividades operacionais do serviço Disque Denúncia até segunda ordem ou até que esse quadro seja revertido”, disse. “Nós tentamos por vários meses reverter essa situação, até agora a SDS não se posicionou sobre a possível reversão dessa decisão e a gente fica de mãos atardas”, concluiu.

Confira a nota oficial:

Em nota, a SDS disse que não tem qualquer tipo de gerência na administração do Disque Denúncia, sendo esta entidade responsável por suas decisões administrativas e lembrou que existe o serviço de delação anônimo que vem sendo realizado pela própria ouvidoria da SDS, através dos telefones 3183.5009 ou 3183.5059.

Ao longo dos 12 anos de atuação do Disque-Denúncia no interior de Pernambuco, o serviço sempre se pautou pela transparência e seriedade em suas práticas. São mais de 112 mil informações que auxiliaram a resolver crimes, encontrar procurados da Justiça e reunir famílias.

Mais de 1.5 mil criminosos foram presos graças à participação dos pernambucanos através das nossas linhas telefônicas e do site - serviço pioneiro em todo o território nacional. Ao longo desses anos, nas 139 cidades do interior do Estado atendidas pelo Serviço, nenhuma identidade foi revelada, com a garantia absoluta do anonimato.

Em respeito à essa tradição, a OSCIP Movimento Agreste Contra o Crime informa que, a partir desta sexta-feira (8), o atendimento da central do serviço Disque-Denúncia Agreste ficará suspenso por tempo indeterminado.

A decisão se faz necessária diante da impossibilidade de renovação da parceria com o Governo do Estado, através da Secretaria de Defesa Social, para o repasse de recursos financeiros indispensáveis para o funcionamento do serviço.

Diretoria OSCIP Movimento Agreste Contra o Crime

Mais Lidas