Data da eleição para presidente da Câmara dos Deputados pode ser decidida na justiça

O motivo é que o presidente interino Wladir Maranhão quer esticar seu tempo no cargo e os líderes dos partidos querem resolver situação rapidamente

BRASÍLIA

Rádio Jornal

Foto: Agência Brasil 


A data das eleições para presidente da Câmara dos Deputados tem tudo para ser decidida na justiça. É porque o presidente interino Wladir Maranhão quer esticar o tempo que for possível como provisório e os líderes dos partidos políticos têm interesse em resolver essa pendência o quanto antes. Afinal, na quinta-feira (14) começa o recesso branco. Depois disso, só em agosto.

Nessa quinta-feira (7), quando Eduardo Cunha renunciou ao cargo de presidente, Waldir Maranhão imediatamente convocou sessão para às 14h de quinta-feira (14), destinada a eleger o presidente da casa. Mas os líderes se reuniram e decidiram passar por cima da autoridade de Maranhão convocando a reunião para terça-feira (12), também às 14h.

Para esta reunião dos líderes dos partidos políticos, foi convocada a presença de um servidor da Câmara, Silvio Avelino, que entende de regimento, entende de lei, de constituição e sabe a quem dar orientação a mesa aos deputados e aos políticos. Hoje, Waldir Maranhão exonerou Silvio Avelino alegando que houve insubordinação.

Confira outros detalhes na reportagem de Romoaldo de Souza: 

[uolmais_audio 15921558]

Avelino disse que pediu informação a Maranhão, orientação, sugestão e mais confirmou que Waldir Maranhão sabia que ele estaria na reunião, mas Avelino já está fora.

“Eu vou cumprir o regimento, a constituição, e teremos eleições na Câmara”, disse o presidente interino. A eleição possivelmente será na quinta.  
 

TAGS

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

CONTINUE LENDO