BARRAGEM

Com 0,4% do volume total, Jucazinho chega ao pior nível em 16 anos

O dado é do último boletim de monitoramento de reservatórios da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac)

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 11/07/2016 às 17:00
Leitura:
Foto: Arquivo/ Reprodução TV Jornal

Devido às chuvas insuficientes que caíram em junho e, até o momento, a falta neste mês, a barragem de Jucazinho, em Surubim, no Agreste de Pernambuco, chegou ao seu pior nível desde o ano de 2000, com apenas 0,4% do volume total. O dado é do último boletim de monitoramento de reservatórios da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac).

Mesmo com o patamar crítico, a barragem ainda abastece 12 cidades do Agreste de Pernambuco. A gerente regional da Compesa, Niadja Menezes, disse que se não chover a barragem pode secar totalmente em quatro meses.

Confira os detalhes na reportagem de Alexandre Magnun:

A barragem do Prata, que abastece Caruaru está com 58% de sua capacidade. O colapso da barragem de Jucazinho é o reflexo da seca que assola o Nordeste há cinco anos devido ao fenômeno El Ninõ.

Mais Lidas