CLANDESTINOS

Após dia de trânsito caótico, taxistas encerram protesto no Recife

Governo prometeu dar um retorno às demandas dos taxistas no dia 20 de julho. Mais de 400 profissionais de todo o estado participaram de carreata no Recife

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 13/07/2016 às 9:26
Leitura:
Foto: Clarissa Siqueira/Rádio Jornal


A manifestação dos taxistas nesta quarta-feira (13) é coordenada pelo Sindicato dos Taxistas chegou ao fim. Após circular pelas ruas do centro do Recife, grupo seguiu em carreata em marcha lenta até o Aeroporto Internacional do Recife. O ato contou com a participação de mais de 400 profissionais de várias cidades do Estado. Desde o início da manhã que a manifestação complica o trânsito no Recife. Os taxistas criticam a falta de fiscalização das prefeituras contra o transporte clandestino, incluindo carros particulares não cadastrados e o aplicativo Uber.

O protesto começou na frente da sede da CTTU, na Rua Frei Cassimiro, em Santo Amaro, e passou pela Avenida Cruz Cabugá. Representantes dos taxistas estiveram no Ministério Público de Pernambuco, que fica na esquina da Cabugá com a Visconde de Suassuna, para apresentação de um dossiê.

Confira as informações no flash de Renata Andrade:

Taxistas realizam buzinaço em frente à Prefeitura do Recife

Os profissionais deixaram a frente do Palácio do Campo das Princesas e seguiram em direção à Prefeitura do Recife onde realizaram um buzinaço. O secretário executivo da Casa Civil, Marcelo Canuto, recebeu representantes dos taxistas e ficou decidido que até o dia 20 de julho os profissionais terão uma resposta em um encontro no Centro de Convenções. "Se não houver nenhuma resposta a gente vai seguir em carreata com marcha lenta direto para o aeroporto", disse o taxista Julio Cesar.

Mais detalhes no flash de Renata Andrade:

A repórter Clarissa Siqueira acompanhou a movimentação durante toda a manhã:

A categoria considera que A Uber é um desserviço por não contribuir com impostos e representar desemprego. O presidente do Sindicato dos Taxistas, Everaldo Menezes, afirma que o aplicativo é um péssimo negócio para a classe.

Por volta das 11h, o secretário da Casa Civil de Pernambuco, Marcelo Canuto, recebeu um grupo de oito representantes da categoria. Eles apresentam as propostas para regularizar e ampliar a fiscalização do transporte clandestino. Durante a reunião, os táxis permaneceram estacionados em cima da Ponte Princesa Isabel causando enorme congestionamento.

Mais Lidas