SEGURANÇA

ANAC recomenda que passageiros cheguem com duas horas de antecedência

Teve início nessa segunda-feira o reforço na fiscalização nos aeroportos do País. Em alguns aeroportos, a espera para embarcar chegou a três horas

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 19/07/2016 às 6:10
Leitura:
Foto: Erick França/ Rádio Jornal

Os passageiros reclamaram da demora para embarcar no primeiro dia de reforço na fiscalização nos aeroportos do País. A mudança foi adotada pela Agência Brasileira de Aviação Civil (Anac) e tem o objetivo de dar mais rigidez na revista de passageiros e na inspeção de bagagens.

A Anac recomenda que os passageiros se apresentem com duas horas de antecedência do horário do voo doméstico.

Confira os detalhes na reportagem de Erick França:

Passa a ser exigência: a revista física em todos os passageiros, até mesmo crianças e pessoas com necessidades especiais. Essa inspeção será realizada mesmo se o alarme dos equipamentos de raio x não dispararem. Os passageiros também devem retirar computadores e demais dispositivos eletrônicos de malas e mochilas para passarem por raio x. Em alguns aeroportos, a espera para embarcar chegou a três horas.

No Aeroporto Internacional dos Guararapes, no Recife, o primeiro dia da mudança foi considerado, pela Infraero, como tranquilo e sem incidentes. O supervisor de vendas Elder Barati enfrentou uma longa fila no Aeroporto Internacional de Florianópolis, em Santa Catarina.

A psicóloga Ana Elídia Torres veio de São Paulo para a capital pernambucana. Mesmo com a demora para embarcar, ela acredita que a segurança deve vir em primeiro lugar.

Mais Lidas