VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

Vai a júri popular ex-marido da dona do Bar do Maxixe, morta em 2008

Entre as acusações estão o assassinato da ex-esposa e a modificação da cena do crime.

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 19/07/2016 às 10:47
Leitura:
Foto: Clarissa Siqueira/ Rádio Jornal

Começou na manhã desta terça-feira (19), na 2º Vara do Júri do Fórum de Joana Bezerra o julgamento sobre a morte de Alzira Batista da Silva, dona do famoso Bar do Maxixe, que fica no bairro do Cordeiro, zona Oeste da Capital de Pernambuco. O crime aconteceu no dia oito de fevereiro de 2008, numa quarta-feira de cinzas. Alzira foi abordada por homens armados, dentro do bar, que mataram a tiros a comerciante na frente de clientes e funcionários, aos 68 anos de idade.


O acusado do crime é o ex-marido da vítima, , Antônio Henrique Gomes da Silva,de 89 anos que foi a júri popular. De acordo com familiares Antônio e Alzira sempre tiveram um relacionamento conturbado, onde o acusado agredia verbalmente e fisicamente, além de ameaçar de morte a vítima. Os filhos do casal dizem não ter dúvidas sobre a legitimidade da acusação do crime e pedem justiça no caso.

Confira os detalhes no flash de Clarissa Siqueira:


Mais Lidas