CALIBRE DOZE

Corpo de criança atingida por tiro disparado pelo irmão está no IML

O caso ocorreu na noite dessa terça-feira (19) na residência da família em Jaboatão dos Guararapes. Disparo foi efetuado, segundo a família, acidentalmente pelo irmão

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 20/07/2016 às 6:33
Leitura:
Familiares tentaram socorrer Maevili Rhayane da Conceição Câmara, mas ela não
resistiu ao ferimento - Foto: Reprodução

Faleceu no bloco cirúrgico do Hospital da Restauração a criança de 8 anos que foi atingida com um tiro na cabeça efetuado pelo irmão. O caso ocorreu na noite dessa terça-feira (19) na residência da família no bairro de Barra de Jangada, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife.

Maevili Rhayane da Conceição Câmara foi atingida por um disparo de uma arma calibre 12. Segundo informações não oficiais, o jovem chegou a ligar para o hospital para saber o estado de saúde da irmã e, ao saber da morte, fugiu.

De acordo com os tios da vítima, Wesley Feliciano da Conceição, de 18 anos, estaria com a irmã assistindo TV e brincando com uma arma, por volta das 20h. Em um descuido, a arma espingarda, que estava escondida embaixo do sofá, disparou.

Clarissa Siqueira tem as informações:

A família mora na comunidade Terra Mar, um local de difícil acesso, o que complicou o socorro à criança. A menina chegou a ser levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Barra de Jangada e em seguida foi transferida para o Hospital da Restauração.

Lama dificultou o socorro

A tia de Weslley e Maevili, Andréa da Silva, disse que não sabe do sobrinho. "Eu não conversava com ele, ele não conversava comigo. A última vez que eu vim aqui foi quando mataram o irmão dele", contou. Na semana passada, o irmão de Maevili e Weslley, que é fugitivo de uma unidade da Funase, foi assassinado.

Família vive em residência humilde
Foto: Clarissa Siqueira/ Rádio Jornal

Segundo a delegada Eliane Caldas, delegada de plantão do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), antes do disparo ser efetuado, a namorada de Wesley falou para a mãe dele que ele estaria apontando a arma para a cabeça dela.

A delegada acredita em acidente e fala que o rapaz tinha uma boa relação com a família:

O corpo da menina permanece no Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, na área central do Recife. Ainda não há informações sobre sepultamento.

Mais Lidas