PERIGO

Além do Aedes, pesquisa da Fiocruz encontra vírus zika em muriçocas

Muriçocas no Grande Recife tem 20 mais presença do que o Aedes aegypti

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 22/07/2016 às 7:04
Leitura:
Foto: Genilton J. Vieira / Fiocruz

Uma pesquisa inédita da Fiocruz com amostras coletadas em Pernambuco identifica vírus zika nas muriçocas. Até agora, os cientistas acreditavam que o único vetor de transmissão era o mosquito Aedes aegypti.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores analisaram inclusive o material genético das espécies Culex. A Fiocruz diz que serão necessários estudos adicionais para avaliar o potencial de contágio do zika virus.

LEIA TAMBÉM: Zika: ONU diz que vírus pode ser combatido com saneamento básico

A população de muriçocas no Grande Recife é 20 vezes mais do que o mosquito transmissor da dengue, Aedes aegypti.

Já na manhã desta sexta-feira (22), crianças com suspeita de microcefalia participam de um mutirão de atendimento. As consultas clínicas e exames serão realizados na unidade de pronto atendimento UPA-E no bairro do Arruda.

A pesquisadora Constância Aires explica quais são os próximos passos do estudo para a compreensão da descoberta. Ouça:

Mais Lidas