PESQUISA

Preço do feijão dá sinal de queda no Grande Recife

Já o leite teve aumento em alguns supermercados pesquisados pela Rádio Jornal

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 23/07/2016 às 9:43
Leitura:
Reprodução TV Jornal

Pesquisar e pesquisar. Essa é a melhor dica para o consumidor fazer a feira em época de aumento de dois produtos essenciais na cesta básica: feijão e leite. O feijão carioquinha, sempre presente no almoço, teve queda depois de atingir picos de R$ 16. Segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas, o consumidor ainda não sentiu a diferença, mas o preço do produto está caindo e a expectativa é de que a situação melhore em agosto deste ano, quando a Bahia inicia a colheita.

Já para o aumento do preço do leite, o presidente Sindicato das Indústrias de Laticínios de Pernambuco (Sindileite), Carlos Albérico Bezerra, atribui a falta de chuva e o alto custo do alimento do gato à subida de preço. "A justificativa principal é a ausência de chuva nos últimos 5 anos. O segundo problema é o principal alimento do rebanho: a soja subiu 80% e o milho, que custava R$ 30 o saco, está por R$60", contou em entrevista à TV Jornal.

A repórter Clarissa Siqueira esteve em alguns supermercados da Avenida Carlos de Lima Cavalcanti, em Olinda, e encontrou quem trocou o produto que sempre levava para casa por um mais barato para não sofrer prejuízo. Confira os detalhes:

Mais Lidas