HOMICÍDIO

PM suspeito de matar adolescente teria forjado tentativa de assalto

Luiz Fernando Borges, de 50 anos, estaria embriagado quando atropelou dois adolescentes. Em seguida, atirou nos garotos, matando Mário, 14 anos

Rádio Jornal; atualizado às 14h30
Rádio Jornal; atualizado às 14h30
Publicado em 26/07/2016 às 11:03
Leitura:
Mário chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos
Foto: Juliana Oliveira/ Rádio Jornal


Um policial militar é suspeito de assassinar a tiros um adolescente e deixar um outro ferido no Ibura de Baixo, na Zona Sul do Recife. As vítimas, Mário Andrade de Lima, de 14 anos, e Luiz Henrique da Silva, de 13 anos, foram atingidos na noite dessa segunda-feira (25) na Avenida Dom Hélder Câmara.

Os adolescentes foram levados para o Hospital da Restauração. Mário não resistiu aos ferimentos e faleceu devido à gravidade dos ferimentos. O outro garoto foi atingido na bunda e nas pernas e está internado.

O PM suspeito da tentativa de duplo homicídio, segundo a polícia, é um sargento da Polícia Militar, Luiz Fernando Borges, de 50 anos, que estaria numa motocicleta. Os garotos estavam indo jogar bola quando foram atropelados pelo sargento. Em seguida, o policial atirou nos adolescentes.

O policial após o fato, teria feito uma ligação para o CIODS alegando ter sido baleado na perna em uma tentativa de assalto e foi para o Hospital da Polícia Militar. Uma equipe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi ao hospital e encontrou o PM suspeitodo crime com um ferimento na perna, mas que não foi causado por um tiro, seria uma escoriação.

Outra contradição do discurso do sargento foi sobre o local da suposta tentativa de assalto enfrentada por ele. Luiz Fernando Borges disse que foi assaltado em Barra de Jangada, em Jaboatão dos Guararapes.

A mãe do garoto assassinado, Joelma Andrade, bastante abalada, conversou com a repórter Juliana Oliveira e relatou a dor pela perda precoce do filho. Ela reforça a informação de que os garotos foram atropelados pelo sargento, que aparentava sinais de embriaguês, e, segundo ela, Mário ainda levou uma coronhada na cabeça. "Henrique escutou os tiros no meu filho. Foi o que matou meu filho. Ele deu três tiros. Ele deu para matar", contou.

Veja:

O delegado que ficará encarregado pelas investigações é Ricardo Silveira.

Confira os detalhes no flash de Eliel Alves:

A Polícia Militar emitiu uma nota que não cita, em momento nenhum, a participação do sargento na tentativa de duplo homicídio.

Confira a nota completa:

A Assessoria de Comunicação Social da PMPE se solidariza com os familiares dos dois adolescentes que foram baleados, na noite de ontem (25), por volta das 20h, na avenida Dom Hélder Câmara, Ibura, resultando na morte de um deles, ainda durante o atendimento médico no Hospital da Restauração.

A ACS esclarece ainda, que policiais militares estiveram no local do episódio, onde não encontraram o autor dos disparos. A autoria dos disparos e as circunstâncias que o fato ocorreu devem ser esclarecidos pela Polícia Civil em inquérito policial.

Mais Lidas