POLÍTICA

Após manifestações, Governador anula desapropriação de casas no Curado

Membros do bairro apresentaram projeto alternativo em reunião com o Paulo Câmara

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 27/07/2016 às 23:21
Leitura:
Foto: Franco Benites

Nesta quarta-feira (27), o Governador de Pernambuco Paulo Câmara anulou o decreto de 6 de abril deste ano que autorizava a desapropriação das casas localizadas próximas ao Complexo Prisional do Curado, no bairro do Sancho, Zona Oeste do Recife. A informação foi enviada pela Secretaria de Imprensa de Pernambuco por meio de uma nota. No Palácio do Campo das Princesas uma reunião foi estabelecida com integrantes da associação de moradores do bairro que apresentaram um projeto alternativo, o que ajudou na anulação.

Diversas manifestações pressionaram o Governo a voltar atrás na decisão, uma delas foi nesta terça-feira (26), no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes. A desapropriação iria afetar mais ou menos 55 casas das ruas São João da Lagoa, Maria Lourdes da Silva, Santa Clara do Sul, Poço Fundo, Santana do Ipanema e Orfeu do Carnaval. De acordo com o decreto nº 42.862/16 a ação iria ampliar a segurança na área. Segundo o Governo do Estado a desapropriação foi motivada após a explosão do muro de um dos presidios que permitiu a fuga de 40 detentos. Após a repercussão do caso, o Governador foi fotografado com a hasteg "somostodospelosancho".

Mais Lidas