SAÚDE

Recife registra primeira morte fetal por chikungunya

O caso foi registrado em fevereiro deste ano, mas só agora o Instituto Evandro Chagas, no Pará, confirmou a presença do vírus no corpo do bebê

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 28/07/2016 às 14:48
Leitura:
Foto: acervo JC Imagem


A Secretaria de Saúde do Recife divulgou a primeira morte de um feto por chikungunya. A mãe do bebê do sexo masculino teve sintomas da doença na 38ª semana de gestação como febre, dores no corpo e manchas vermelhas, e depois de três dias internada, o feto veio a óbito. O caso foi registrado em fevereiro deste ano, mas só agora o Instituto Evandro Chagas, no Pará, confirmou a presença do vírus no corpo do bebê.

A secretária executiva de Vigilância à Saúde do Recife, Cristiane Penaforte, descarta que a chikungunya possa causar malformação, pois não há confirmações de pesquisa científica e isso foi um caso isolado.

No último boletim de mortes por arboviroses no Recife foi constatado que a maioria das vítimas são mulheres. Dos 91 óbitos investigados até o momento, por dengue e chikungunya, 19 já foram confirmados sendo 11 do sexo feminino.

Mais Lidas