ENFRENTAMENTO

Tráfico de pessoas: PF alerta para ofertas de empregos fora do Brasil

Na Semana Nacional de Mobilização e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal orientam população

Rádio Jornal; atualizada às 15h12
Rádio Jornal; atualizada às 15h12
Publicado em 28/07/2016 às 9:19
Leitura:
Foto: Clarissa Siqueira/ Rádio Jornal


Nesta Semana Nacional de Mobilização e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, a Polícia Federal em Pernambuco orienta a população sobre os cuidados que devem ser observados pelas pessoas antes de viajar para o exterior para que não sejam vítimas deste tipo de crime. Cartilhas explicativas estão sendo distribuídas desde o início da semana a quem vai retirar e dar entrada no passaporte no Aeroporto Internacional dos Guararapes, na Zona Sul do Recife.

Também por causa das Olimpíadas, o sistema de migração da Polícia Federal tem condições de checar em menos de três minutos se o estrangeiro que está entrando no País está sendo procurado internacionalmente ou se responde a processos por diversos crimes, entre eles, o tráfico de pessoas.

Sobre o assunto, a repórter Clarissa Siqueira conversou com o assessor de comunicação da Polícia Federal, Giovani Santoro. Segundo ele, a cartilha está sendo muito bem recebida pela população. “Ela é autoexplicativa e dá 13 dicas de segurança que a pessoa tem que tomar antes de empreender qualquer viagem, principalmente aquelas viagens em que a pessoa vai para uma oferta de trabalho”, destacou.

Confira os detalhes no flash de Clarissa Siqueira:

Segundo o assessor de comunicação da Polícia Federal, as ofertas de emprego com grandes vantagens costumam ser a principal armadilha para o tráfico de pessoas. “Tem que ter cuidado com essas empresas que muitas vezes não se conhece e aparecem repentinamente para oferecer trabalho”, alertou Giovani, orientando que a população procure o Ministério do Trabalho para saber informações da empresa.

Qualquer informação sobre esse tipo de crime, é possível pegar informações no site da Polícia Federal. Os interessados podem se dirigir às representações da Polícia Federal. Aqui em Pernambuco, a PF tem postos no Cais do Apolo, na área central do Recife, em Salgueiro em Caruaru. As denúncias podem ser efetuadas pelos números 2137.4017/4018.

Foto: Rafael Carneiro/ Rádio Jornal

Motoristas de caminhão e ônibus também participam de campanha de orientação. Os veículos são abordados por policiais rodoviários federais e agentes do Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas da Secretaria de Defesa Social, com material e palestras sobre o tema alertando os riscos.

De acordo com Jeane Aguiar, coordenadora do núcleo, a ação de aliciadores é bem comum e pode ocorrer de diversas formas. Ela também alerta para ofertas de emprego.

O repórter Rafael Carneiro tem outras informações:

Motoristas recebem orientações da Polícia Rodoviária Federal (PRF)

Apesar de ser comum, na maioria das vezes as vítimas do tráfico de pessoas têm vergonha de se expor e ajudam a livre prática criminosa. O Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas da Secretaria de Defesa Social oferece todo o apoio e acompanhamento psicológico.

As denúncias podem ser encaminhadas pelo Disque 100, ou pelo 180 ou 191 da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A ligação é gratuita.

Mais Lidas