VIOLÊNCIA

Mãe do menino morto pelo sargento reformado da PM presta depoimento

A morte aconteceu na segunda-feira (25).

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 29/07/2016 às 1:52
Leitura:
Alexandre Gondim/JC Imagem

Além de matar Mário de Andrade de Lima, o Policial Militar feriu um amigo da vítima, um garoto de13 anos. A tragédia aconteceu na Avenida Dois Rios, na noite da última segunda-feira (25) depois da colisão entre uma bicicleta e uma moto. A morte violenta de Mário de Andrade de Lima desencadeou uma série de protestos no bairro do Ibura. Na versão da família das vítimas, o sargento reformado estava embriagado e atirou nos garotos sem motivos. Luiz Fernando Borges, de 59 anos, o sargento Borges alegou ter sido vítima de tentativa de assalto. Os familiares dos jovens estiveram nesta quinta-feira (28) no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro do Cordeiro, Zona Oeste do Recife.

Confira:




A diarista Joelma Andrade, de 44 anos afirma que o sargento reformado, ainda não se apresentou a Polícia com medo de represálias. O garoto sobrevivente foi levado do Ibura para outro lugar como medida de segurança. O pai do jovem de 13 diz que o filho está traumatizado com o que ocorreu em plena avenida dois rios. Criticado por muitos, o sargento reformado tem sido defendido por representantes de entidades militares. Nadelson leite, presidente em exercício da Associação de Cabos e Soldados afirma que Luiz Fernando Borges, tem 32 anos de serviços prestados a Polícia Militar. O advogado de defesa explica que o Policial Militar reformado ficou psicologicamente abalado com o fato. Além disso, descartou o envolvimento de um segundo homem na história como vem sendo especulado.

Mais Lidas