INQUÉRITO

Pai da menina Júlia pode pegar até seis anos de reclusão

Janderson Rodrigo Salgado de Alencar passou 14 dias desaparecido junto com a filha Júlia, de 1 ano e 9 meses

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 01/08/2016 às 16:15
Leitura:
Foto: Diego Nigro / JC Imagem


A delegada Gleide Ângelo divulgou, nesta segunda-feira (1º), a conclusão do inquérito da menina Júlia, de 1 ano e 9 meses. A criança levada pelo pai, o engenheiro Janderson Rodrigo Salgado de Alencar, passou 14 dias desaparecida.

De acordo com a delegada, ele foi enquadrado no Estatuto da Criança e do Adolescente por subtração de menor sem autorização judicial para lar substituto e pode pegar de 2 a 6 anos de reclusão.

A bebê Júlia foi encontrada no último dia 23, na cidade de Santana, que fica a 30 km de Macapá, capital do estado do Amapá, na Região Norte do país.

Mais Lidas