CONSULTÓRIO DE GRAÇA

Depressão: Uma epidemia mundial

Um estudo realizado com o apoio da OMS mostra que em torno de 5% de pessoas sofreram com a depressão ao redor do mundo.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 02/08/2016 às 19:56
Leitura:
Foto: Marcelo Barreto/Rádio Jornal

A Organização Mundial de Saúde (OMS) suspeita que entre 359 e 400 milhões de pessoas tenham depressão no mundo, cerca de 5% da população mundial. Entre os brasileiros, esse dado passa de 7%.

Várias circunstancias podem gerar a doença no indivíduo. O Dr. Everton Botelho diz que em grandes metrópoles as pessoas estão mais expostas a fatores de risco, que podem afetar um indivíduo que é vulnerável.

Graça Araújo entrevistou o psiquiatra Dr. Everton Botelho e a psicóloga e professora da Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS) Diélita Lopes, sobre o tema. Ouça agora o programa na íntegra:



Alguns sintomas da depressão são tristeza, pessimismo, baixa autoestima, que aparecem com frequência e podem combinar-se entre si. É imprescindível o acompanhamento médico tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento adequado.

De acordo com o Dr. Everton Botelho, a enfermidade precisa ser levada mais a sério. “A palavra anda banalizada, ninguém fica mais triste, todo mundo fica deprimido”, destacou o médico, esclarecendo ainda que a depressão é uma doença sistêmica.

Mais Lidas