OLIMPÍADA RIO 2016

Após abertura da Olimpíada, é hora de torcer para os atletas do Brasil

Festa de abertura teve vaias ao presidente interino Michel Temer, tentativa de frevar da pernambucana Yane Marques e muita música

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 06/08/2016 às 13:06
Leitura:
Pernambucana Yane Marques porta-banderia do Brasil
Foto: Cameron Spencer/ Getty Images

A cerimônia de abertura da Olimpíada do Rio de Janeiro, nessa sexta-feira (5), teve de tudo. Durante o espetáculo o mundo admirou a sonora vaia ao presidente interino Michel Temer. Com orçamento reduzido, mas com bastante criatividade, a festa no Estádio do Maracanã recebeu elogios nas redes sociais.

E tem brasileiros em ação neste sábado (6), no vôlei de praia, vôlei feminino, rugby, handebol, ginástica artística e judô.

Neste sábado, a seleção feminina de handebol venceu a Noruega por 31 a 28. Os judocas Sarah Menezes e Felipe Kitadai perderam nas quartas de final e agora tentarão o bronze na repescagem do judô. Já a dupla brasileira Alison e Bruno venceu os canadenses Schachter e Binstock por 2 sets a 0.

Brasil venceu a Noruega, a atual campeã olímpica, no handebol
Foto: Marijan Murat/Agência Lusa/Direitos Reservados

Várias imagens da abertura renderam memes e críticas ao evento anunciado desde outubro de 2009. No palco, nomes como Elza Soares, Gisele Bundchen, Anitta, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Karol Conká, MC Soffia, Jorge Ben Jor e Zeca Pagodinho.

Uma réplica do 14 Bis, avião criado por Santos Dumont, sobrevoou o estádio para delírio do público. Também não faltou samba, com interpretes, baterias das escolas do grupo especial e mulheres com gingado.

A cerimônia teve quebra de protocolo já que o presidente interino não foi citado na abertura da festa. Mesmo assim, quando teve a chance de falar, Michel Temer tomou uma sonora vaia. Confira o trecho que tem ainda a fala de Galvão Bueno:

A pernambucana Yane Marques cumpriu o papel de ser a porta-bandeira da delegação nacional nas olimpíadas do Rio de Janeiro.

Os últimos a segurar a tocha olímpica antes de acender a pira foram o tenista Gustavo Kuerten, o Guga, e a jogadora de basquete Magic Paula.

Vanderlei Pereira de Lima
Foto: Getty Images

O momento mais aguardado ficou com o corredor Vanderlei Pereira de Lima que foi prejudicado em Sidney na Austrália em 2004:

Mais Lidas