VIOLÊNCIA

Família de jovem morto no Vasco da Gama afirma que garoto foi executado pela polícia

O sepultamento de Mateus Alexandre está marcado para acontecer nesta terça (9), às 10h, no cemitério de Casa Amarela

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 08/08/2016 às 14:25
Leitura:
Foto: Reprodução / TV Jornal


Deve ser enterrado, nesta terça-feira (8), o corpo do adolescente morto por bala perdida no Vasco da Gama, na Zona Norte do Recife. Mateus Alexandre Teixeira de Melo, de 13 anos, estava internado no Hospital da Restauração desde o último sábado (6) após ter sido baleado na nuca quando passava pela rua onde morava.


De acordo com informações da assessoria da Polícia Militar, o disparo teria sido efetuado por policiais da Companhia Independente de Policiamento com Motos (Cipmoto), que participavam de diligencias policiais à bandidos, e que resultou na troca de tiros atingindo o adolescente. Para a família de Mateus, o garoto foi executado pela polícia. Na manhã desta segunda (8), o pai, a mãe e a tia do menino estiveram no hospital para liberar o corpo de Mateus. Inconformados, eles culpam o trabalho da polícia:




O caso será investigado pela delegada Andrea Melo, do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP). Em nota, a assessoria da polícia também esclarece que os policiais envolvidos na ocorrência ficarão à disposição do DHPP, onde irão aguardar convocação da justiça.

O sepultamento de Mateus Alexandre está marcado para acontecer nesta terça (9), às 10h, no cemitério de Casa Amarela, no Recife.

Mais Lidas