Pernambucana Joanna Maranhão vai processar internautas que a atacaram nas redes sociais

Em postagens no Facebook, internautas comemoraram a desclassificação da atleta e a atacaram por seus posicionamentos políticos

Da Rádio Jornal e da Agência Brasil
Da Rádio Jornal e da Agência Brasil
Publicado em 10/08/2016 às 8:06
Leitura:
Foto: Reprodução / Facebook


A nadadora pernambucana Joanna Maranhão afirmou que vai processar internautas que usaram a rede social para denegrir sua imagem, ofendê-la e agredi-la com xingamentos depois que não se classificou para as finais nos Jogos Olímpicos.

Foto: Reprodução / Facebook


"As pessoas podem até não gostar do meu rendimento, é um direito delas, eu até entendo (...), mas desejar que eu seja estuprada, que minha mãe morra, que um bandido me mate, que eu me afogue, falar que a história da minha infância foi uma coisa que eu inventei para estar na mídia, acho que isso ultrapassa...", desabafou a nadadora. "Acho que todos os atletas do Brasil merecem respeito", finalizou.

Joanna participou da Olimpíada de 2016 nas provas de 200 e 400 metros medley individual e também na prova de 200 metros borboleta. Nos comentários, internautas comemoraram a desclassificação da atleta e a atacaram por seus posicionamentos políticos.

A nadadora já havia usado as redes sociais para criticar propostas como a redução da maioridade penal e, em um vídeo, disse que não representaria nos Jogos Pan-Americanos de 2015 apoiadores dos deputados federais Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Marco Feliciano (PSC-SP) e Jair Bolsonaro (PSC-RJ) "e, sim, pessoas que saem de seu próprio interesse para resolver os verdadeiros problemas".

Alguns usuários usaram xingamentos e muitos manifestaram apoio a Bolsonaro. As postagens de Joanna receberam milhares de comentários, incluindo palavras de apoio de torcedores que repudiaram os ataques e se disseram orgulhosos da nadadora, que esteve em mais três olimpíadas.

E no Boletim das Olimpíadas, confira os resultados do Brasil nessa terça (9) e a programação desta quarta (10):

Mais Lidas