EDUCAÇÃO

Índios de 11 povos ocupam Secretaria de Educação de Pernambuco

Cerca de 1000 índios estão acampados no prédio da Secretaria de Educação desde a última segunda-feira. Eles pedem audiência com o governador Paulo Câmara

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 16/08/2016 às 10:26
Leitura:
Foto: Clarissa Siqueira/Rádio Jornal


Cerca de 1000 índios, de 11 etnias de Pernambuco, ocupam o prédio da Secretaria de Educação, no bairro da Várzea, Zona Oeste do Recife, desde a manhã dessa segunda-feira (15) e não têm previsão para deixar o local. Eles reivindicam melhores condições na política de educação dos povos.

Leia também: Indígenas ocupam prédio da Secretaria de Educação do Estado

Os indígenas estão produzindo uma pauta de reivindicações para os caciques se reunirem o governador Paulo Câmara. De acordo com representantes do movimentos, eles só vão deixar o prédio após a apresentação das propostas.

As tribos reinvidicam a criação da categoria do professor indígena, concurso público específico para professor índio, além da regularização dos profissionais cedidos pelo município.

A repórter Clarissa Siqueira está no local acompanhando a mobilização. Ouça algumas das reinvindicações:

ACAMPAMENTO

Toda a ocupação foi feita de maneira pacífica, inclusive com seguranças da Secretaria de Educação dentro do acampamento. Os índios ocupam a recepção do gabinete do secretário, Frederico Amâncio, instalaram escalas para a limpeza e elaboração de alimentos. Apesar do movimento ser pacífico, os indígenas alegam que, desde que Paulo Câmara assumiu a gestão, em janeiro de 2015, não foram recebidos.

Os funcionários do órgão não puderam entrar para trabalhar. Quem procurou a instituição, também não foi atendido. A Secretaria de Educação do Estado afirmou que está aberta para discutir as pendências apresentadas pelos índios.

Mais Lidas