SAÚDE

Especialistas discutem os limites do corpo humano

Debate da Super Manhã recebeu o reumatologista Eliézer Rushanski, o ortopedista Guilherme Cerqueira e o algologista Luciano Braun

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 17/08/2016 às 13:50
Leitura:
Foto: Internet

Simone Biles, Usain Bol e Michael Phelps. Esses atletas têm em comum serem considerados superatletas. Vencê-los é uma missão difícil para os adversários. No debate da Super Manhã, desta quarta-feira (17), os convidados discutiram os limites do corpo humano.

De acordo com o ortopedista Guilherme Cerqueira, os atletas já sofrem de dor crônica, devido ao excesso de exercícios. “Esses atletas de nível olímpico, primeira coisa, sofrem de dor crônica, porque eles têm um ritmo de treinamento tão grande que vão acumulando micro lesões. Não é raro você ver nesses campeonatos o cara ao levantar um peso quebrar o braço”, comentou. “Isso é sinal de fadiga”, completou. “É muito comum, hoje em dia, esses superatletas conseguirem ir mais do que duas olimpíadas”, disse.

O reumatologista Eliézer Rushanski e o algologista Luciano Braun também participaram do debate, comandado por Geraldo Freire.

Confira os detalhes no debate:

Mais Lidas