BALA PERDIDA

“Essa pessoa é do mal”, diz mãe de criança vítima de bala perdida

Larissa Raquel estava dentro da escola quando foi atingida por tiro na cabeça. Bala perdida vinha de tentativa de assalto a uma padaria

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 17/08/2016 às 7:31
Leitura:
Foto: Reprodução/Jornal do Commercio


O clima no Alto da Bela Vista, no Cabo de Santo Agostinho, Região Metropolitana do Recife, é de desolação e insegurança um dia depois da morte de Larissa Raquel da Silva, de 8 anos. A menina estava na Escola Santo Antônio, voltando para a sala de aula, quando foi atingida por tiro vindo de tentativa de assalto a uma padaria.

A menina chegou a ser socorrida para a UPA 24h do Cabo e transferida para o Hospital da Restauração, onde acabou falecendo. O corpo de Larissa Raquel permanece no Instituto de Medicina Legal do Recife (IML) e deve ser liberado para sepultamento na manhã desta quarta-feira (16).

Leia também: Menina de 8 anos morre em troca de tiros durante assalto no Cabo

?Em comentário, Graça Araújo critica segurança pública de Pernambuco

Emocionada, Sheila Gouveia, mãe de Larissa, afirma que o sofrimento com a dor da perda é muito grande. “Eu não sei como é isso, a pessoa leva a criança para a escola e vem uma pessoa do mal. Pra mim essa pessoa é do mal, não é do bem. Eu queria minha filha comigo e hoje não tenho”, disse.

De acordo com a Polícia, Santiago Henrique da Silva, de 19 anos, que é fugitivo da Funase, tentou assaltar uma padaria e o dono do estabelecimento reagiu a investida e baleou o suspeito. As armas do suspeito e do comerciante, identificado como José Vicente do Carmo, de 57 anos, já estão com a polícia.

José Vicente se apresentou espontaneamente na Delegacia do Cabo. O rapaz está no Hospital Dom Hélder Câmara, no Cabo de Santo Agostinho, depois de ser socorrido pela tia.

INSEGURANÇA

Outra estudante de seis anos da mesma escola foi morta vítima de bala perdida em maio deste ano quando voltava para casa. Mikaela Kaila dos Santos, 6 anos, voltava da escola quando foi surpreendida por uma troca de tiros e acabou ferida.

Leia também: Menina atingida por bala perdida no Cabo tem morte cerebral

Os moradores estão revoltados com a escalada da violência e cobram ações imediatas do poder público. O líder comunitário Adelson Bezerra afirmou nesta terça-feira que o clima é de completa insegurança:

As aulas serão retomadas na próxima segunda-feira. Os pais convocados para uma reunião sobre segurança.

Mais Lidas