INDIGNAÇÃO

"Pernambuco está horrível", diz mãe de Larissa Raquel, morta no Cabo

Larissa Raquel, de 8 anos, foi vítima de uma bala perdida quando estava na escola onde estudava, na comunidade Alto da Bela Vista, nessa terça

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 17/08/2016 às 14:26
Leitura:
Larissa foi baleada em frente da escola que estudava
Foto: Reprodução/ TV Jornal


O corpo da menina Larissa Raquel da Silva, de 8 anos, vai ser enterrado na tarde desta quarta-feira (17) no cemitério do Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife. A criança foi vítima de uma bala perdida quando estava na escola onde estudava, na comunidade do Alto da Bela Vista.

O caso ocorreu na manhã de dessa terça-feira, envolvendo um comerciante da área e um assaltante. Neste mesmo local, no mês de maio deste ano, outra criança morreu depois de ser baleada.

Na comunidade, o clima é de tristeza e insegurança. Comerciantes relatam o medo de trabalhar na área e chegam a pensar em fechar os negócios.

Dona Josefa Maria mora numa casa vizinha e tem netos que estudam na escola. Na varanda da casa dela, marcas de tiro demonstram a violência da ação. Abalada, ela pede por segurança.

LEIA TAMBÉM

Em comentário, Graça Araújo critica segurança pública de Pernambuco

O padrasto da menina, Adriano Albuquerque, conta que a menina tinha planos de ser juíza.

Confira os detalhes na reportagem de Isabela Dias:

De acordo com a polícia, um comerciante de 57 anos reagiu a tentativa de assalto e chegou a trocar tiros com o suspeito. Ainda segundo a polícia, Santiago Henrique da Silva, de 19 anos, é fugitivo da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), do Cabo.

A escola que a menina estudava está fechada e as aulas serão retomadas na próxima segunda-feira (22).

A mãe de Larissa, Sheila Gouveia, pediu por justiça em vídeo gravado pela repórter Juliana Oliveira. "Eu quero justiça. Esse Pernambuco está horrível. O Brasil está horrível. Vocês que tem filho, não perca. Faça o possível para estar ao lado dos seus filhos", falou a mãe da menina, aos prantos.

Veja o vídeo:

Mais Lidas