TRAGÉDIA

Morte do menino que caiu da janela do quarto foi por falha técnica

De acordo com as investigações há provas de que o equipamento não estava de acordo com as normas de segurança.

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 19/08/2016 às 16:04
Leitura:
Delegado titular de Boa Viagem e resnposavél pelo caso, Carlos Couto Foto: Juliana Oliveira/Rádio Jornal

Três meses após a morte do garoto Matteo Melaragni de quatro anos, o Instituto de Criminalística, (IML), concluiu que a causa do incidente foi motivada por falhas técnicas na rede de proteção instalada na janela do quarto de onde o menino caiu.

Ouça os detalhes na reportagem de Juliana Oliveira:


De acordo com as investigações há provas de que o equipamento não estava de acordo com as normas de segurança. No laudo foi constatado que o equipamento de proteção não suportou o peso da criança. Para o delegado responsável pelo caso, Carlos Couto, houve irregularidades tanto na fabricação quanto na manutenção da rede. “Possivelmente ela rompeu com peso da criança. Existe até uma imagem no laudo pericial que mostra a criança subindo na esquadrilha de alumínio e provavelmente ela deveria suportar até 80kg a 8km por hora, isso é o que prevê a ABNT”, destacou.

Ainda segundo o delegado, a pessoa responsável pela empresa que instalou o equipamento já ouvida. Na próxima semana irá prestar depoimento o responsável pela empresa da fabricação do produto que funciona na cidade de João Pessoa, no estado da Paraíba.

Leia também:
Menino de seis anos morre ao cair do 21º andar de prédio em Boa Viagem

Até o fim do mês de agosto o inquérito deverá ser concluído. Os envolvidos poderão responder por homicídio culposo, aquele sem intenção de matar. O caso aconteceu no dia 30 de maio deste ano, quando Matteo estava brincando no quarto do apartamento onde morava com a família no bairro de Boa Viagem, zona sul do Recife.

Mais Lidas