MEDO

Após morte de menina em escola do Cabo, moradores pedem segurança

Após quase uma semana da morte de Larissa Raquel da Silva, de 8 anos, população realizou protesto no Alto Bela Vista, local do crime

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 22/08/2016 às 16:00
Leitura:
Larissa Raquel foi morta durante uma tentativa de assalto
Foto: Cortesia

Alunos da Escola Santo Antônio, que fica no Alto Bela Vista, no Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife, estão com medo de voltar para a escola. Foi lá que, na última terça-feira (16), Larissa Raquel da Silva, de 8 anos, foi vítima de uma bala perdida e morreu no hospital. Um grupo de amigos e parentes da menina realizou um ato nesta segunda-feira (22) para pedir segurança para a escola e comunidade.

Após a morte da menina, os moradores reclamam da falta de policiamento e do receio de andar pelas ruas do bairro.

Os detalhes na reportagem de Isabela Dias:

Ainda abalada e revoltada com a morte da Larissa Raquel, a mãe da menina, Sheila Gouveia, afirma que ninguém tem liberdade mais para andar na rua. “As crianças hoje não podem mais brincar (...) Fora a minha filha pode acontecer com qualquer uma”, reclamou.

Na escola onde o crime aconteceu, a maioria sente medo
Foto: Isabela Dias/ Rádio Jornal

De acordo o tio de Larissa, Antonio Alexandre da Silva, um grupo foi recebido pelo secretário de Defesa Social do Município, Luiz Pereira. Ele conta que alguns pleitos dos moradores foram acatados.

Segundo o tio da menina, um novo protesto deve ocorrer, ainda sem data definida, para cobrar do governo uma investigação sobre a ocorrência.

A menina Larissa Raquel da Silva morreu quando um comerciante, de 57 anos, reagiu a um assalto na comunidade, que segundo a polícia foi praticado por Santiago Henrique da Silva, de 19 anos.

Mais Lidas