ESPANCAMENTO

Sindicância vai apurar morte em tumulto no Case de Abreu e Lima

Adolescente de 17 anos foi morto por espancamento dentro do pátio do Centro de Atendimento Socioeducativo. Vítima estava no Case há 8 meses

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 22/08/2016 às 7:47
Leitura:
Foto: JC Imagem


O adolescente de 17 anos, que não teve o nome revelado, foi espancado e morto por outros reeducandos dentro de um dos pavilhões do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de abreu e Lima, na noite do último sábado (20). De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), o tumulto se deu em virtude de uma briga entre grupos rivais.

O corpo do jovem foi liberado no início da tarde desse domingo do IML no Recife. O irmão do adolescente, que não quis ser identificado, ficou abalado ao receber a notícia da morte.

O jovem estava na Funase há 8 meses por crime de tentativa de roubo. A sindicância da Funase para apurar o caso deve ser concluída dentro de 20 dias.

Mais Lidas