HABITACIONAL

Polícias Militar e Federal atuam em demolição de imóveis na Muribeca

Construções irregulares ficam próximas ao Conjunto Muribeca. O habitacional que teve parte condenada pela Caixa

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 23/08/2016 às 10:10
Leitura:
Foto: divulgação/Polícia Federal


Uma operação das polícias Federal e Militar está demolindo imóveis irregulares no entorno do Conjunto Muribeca, em Jaboatão dos Guararapes, na manhã desta terça-feira (23). Parte do habitacional foi condenado e corre risco de desabar, de acordo com avaliação feita pela Caixa Econômica Federal. Saiba mais na reportagem de Isabela Dias:

De acordo com informações da Polícia Federal, a Operação Muribeca ocorre sem tumultos. Celpe, Compesa e Prefeitura de Jaboatão trabalham em equipe para cumprir 26 notificações de saída de imóveis e três demolições.

O comerciante Clóvis Bezerra, de 48 anos, teve a casa e a barbearia demolidas. Ele têm duas filhas e diz que não tem para onde ir. "A minha situação está muito complicada. Há 26 anos eu estou trabalhando aqui", diz. "Eu queria saber como é que eu vou ficar agora", lamenta.

Uma ação judicial estabeleceu a demolição das residências que ficam em um raio de 12 metros de distância das construções originais. A ordem de destruição das habitações foi concedida pela 5ª Vara da Justiça Federal em Pernambuco, a partir de solicitação da Caixa.

CONJUNTO MURIBECA

O Conjunto da Muribeca tem 68 prédios, cada um com 32 apartamentos, sendo que um deles já foi demolido. O habitacional foi entregue aos moradores em 1982 e os problemas começaram 1995, quando um prédio apresentou rachaduras e precisou ser demolido. Mais de 2 mil famílias moravam no residencial quando ele estava completamente ocupado.

Mais Lidas