ASSALTOS

Bancos terão 10 dias para apresentar proposta para retomar serviços

De acordo com o Sindicato dos Bancários, 37 bancos em Pernambuco estão sem prestar atendimento por conta das investidas criminosas

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 26/08/2016 às 16:32
Leitura:
Encontro foi realizado na Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Estado
Foto: Juliana Oliveira/ Rádio Jornal


Uma reunião solicitada pelo Procon Pernambuco reuniu representantes de bancos públicos e privados do Estado, nesta sexta-feira (26), para definir uma data para que as instituições bancárias apresentem um plano de reestruturação e reabram as agências que foram destruídas devido às ações criminosas.

De acordo com o Sindicato dos Bancários, 37 estabelecimentos em todo o Estado estão sem prestar atendimento à população devido à falta de estrutura no local.

Confira os detalhes na reportagem de Juliana Oliveira:

Agência do Banco do Brasil, em Condado, ficou completamente destruída após
explosão no dia 11 de agosto - Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem

Durante a assembleia que aconteceu na sede da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Estado, o secretário executivo de Defesa Social, Alexandre Lucena, deixou claro que o motivo dos arrombamentos e as explosões que estão acontecendo nas agências não são apenas de responsabilidade do efetivo policial. Ele acrescentou que por isso uma ação de força tarefa foi criada para combater às organizações criminosas e reduzir o número de ocorrências.

LEIA TAMBÉM

Assaltantes de bancos são presos em apartamento de luxo na Zona Sul

Tentativa de assalto a banco em Buenos Aires termina com quatro suspeitos mortos

Assaltantes explodem caixas do Banco do Brasil de Bom Jardim

Assaltantes explodem caixas eletrônicos do Banco do Brasil de Passira

O presidente do Sindicato dos Bancários, João Rufino, também esteve presente na reunião. "Não dá para colocar a responsabilidade e a confiança somente na mão de Deus. Os homens, principalmente a SDS, tem que fazer a sua parte", criticou João Rufino, relatando a situação das agências.

Os representantes dos bancos do Brasil, Caixa Econômica, Itau, Santander e Bradesco terão dez dias para apresentar ao Procon uma forma alternativa de restabelecer o serviço bancário e atender a população de cada cidade.

Mais Lidas