ECONOMIA E NEGÓCIOS

Economista avalia de forma positiva a linha de crédito do BNDES

A linha de crédito para a compra de empresas em recuperação judicial foi anunciada na última quinta-feira e está sendo vista positivamente pelo mercado

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 26/08/2016 às 21:54
Leitura:
Foto: reprodução/internet

O economista Ecio Costa avaliou como importante, a medida do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) de abrir crédito para compra de empresas em recuperação judicial. Será uma linha de crédito no valor de R$5 bilhões para a compra ativos.

Ouça a coluna Economia e Negócios na íntegra:

De acordo com a Presidente do BNDES, Maria Silva Bastos o objetivo é evitar um aumento na taxa de desemprego. “Atende muitas empresas que se prejudicaram com os problemas que aconteceram em Suape”, explica Ecio Costa.

Segundo o economista, muitas instituições que prestavam serviços para o Estaleiro Atlântico Sul e a Refinaria Abreu e Lima sofreram com a paralização dos investimentos e estariam tendo problemas com devedores.

Linha de crédito

De acordo com a presidente do BNDS muitas organizações estão e condição de recuperação judicial no país. A linha de crédito visa atuar onde o mercado não demonstra interesse, a empresa que comprar precisa manter, de maneira obrigatória, uma atividade produtiva mesmo que isso seja reproduzido em outro setor. Segundo Maria Silvia Bastos, o valor proposto é um cálculo inicial e tem possibilidade de ser ampliado no futuro, de acordo com a demanda.

Mais Lidas