JULGAMENTO

Audiência: acusados da morte de jornalista Marcolino Junior são ouvidos

O jornalista e colunista social Marcolino Junior foi encontrado morto, em abril. Um dos funcionários dele foi indiciado por ter planejado o crime

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 29/08/2016 às 16:16
Leitura:
Foto: Reprodução/ Facebook


A audiência de instrução do julgamento do processo sobre o assassinato do colunista social Marcolino Junior começou com uma hora de atraso no Fórum Doutor Demóstenes Batista Veras, em Caruaru.

Estão sendo ouvidas durante todo o dia desta segunda-feira (29) as testemunhas de defesa e acusação. A imprensa não foi autorizada a acompanhar a audiência.

Confira os detalhes no flash de Berg Santos:

RELEMBRE O CASO

O jornalista e colunista social Marcolino Junior desapareceu no dia 16 de abril. Dois dias depois, o corpo dele foi encontrado em estado de decomposição por populares, em um terreno na cidade de Sairé.

O carro dele foi localizado quando estava sendo vendido, no centro de Caruaru. Duas pessoas foram presas. De acordo com a polícia, Davi Fernando Ferreira Graciano, de 22 anos, assessor pessoal da vítima, planejou matar Marcolino para roubar o carro. Já Rafael Leite da Silva, de 32 anos, confessou que executou o crime. Eles foram autuados pelos crimes de latrocínio e ocultação de cadáver.

Mais Lidas