VIOLÊNCIA

"Futuro é interrompido pela marginalidade", diz pai de Amanda Santos

Corpo da jovem de 25 anos vai ser enterrado na tarde desta quinta-feira (1°), no Cemitério Morada da Paz, em Paulista

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 01/09/2016 às 15:32
Leitura:
Foto: Ricardo B. Labastier | JC Imagem


Vai ser cremado às 18h desta quinta-feira (1°), no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, o corpo de Amanda Adélia dos Santos de 25 anos, que morreu na noite dessa quarta-feira (31) depois de ser baleada durante um assalto.

A administradora de empresas foi mais uma vítima da insegurança sentida pela população na região Metropolitana do Recife. Ela saiu de um salão de beleza no bairro de Cajueiro, Zona Norte do Recife, por volta das 20h e foi abordada por suspeitos. Assustada, a administradora acelerou o carro e um dos homens baleou a jovem na cabeça.

Segundo informação dada ao JC Online, duas pessoas foram presas nesta quinta e podem ter relação com o crime, mas a Polícia Civil não confirmou.

Confira os detalhes na reportagem de Juliana Nascimento:

Foto: Monica Ermírio | TV Jornal


Amanda ainda foi levada para o Hospital da Restauração, na área central do Recife, mas não resistiu e faleceu na unidade de saúde.

Na manhã desta quinta, o irmão de Amanda, Mateus Santos, foi ao Instituto de Medicina Legal, liberar o corpo da vítima. Ele comenta que o assaltante deixou o corpo da irmã na rua após disparar contra ela.

O carro de Amanda foi encontrado poucas horas depois com marcas de batidas, na Avenida Presidente Kennedy, em Olinda. O pai dela, Moisés Santos está abalado e diz que só Deus pode dar forças neste momento. “Vai um filho que você tem 25 anos de história, cuidando, preparando para o futuro e hoje é interrompido por essa marginalidade. E aí, o que fazer?”, lamenta.

O delegado Paulo Furtado está investigando o caso. Ele está diligência procurando pelos suspeitos de cometer o crime. Imagens de câmeras de segurança da rua também vão ser usadas na investigação.

Em nota, a Polícia Militar esclarece que realiza o policiamento com viatura e moto na região e que vai intensificar as ações da PM para prender possíveis suspeitos.

Quem tiver informações sobre os envolvidos pode ligar para disque denúncia, no 3421.9595.

Mais Lidas