LATROCÍNIO

Suspeito do latrocínio de administradora é autuado por porte de arma

Wallace Nascimento é ex-presidiário e faz parte de um grupo de 8 homens investigados pelo crime. Suspeito foi encontrado com um revólver calibre 38 e três munições

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 02/09/2016 às 7:48
Leitura:
Foto: Juliana Oliveira/Rádio Jornal


O ex-presidiário Wallace Nascimento da Silva, de 22 anos, é um dos suspeitos do latrocínio da administradora Amanda Adelia dos Santos, 25 anos. Ele nega participação no roubo seguido de morte.

A polícia esclarece ainda que o suspeito com antecedentes criminais também teria sido reconhecido por uma testemunha. Com o rapaz foi apreendido um revólver calibre 38 com três munições, sendo uma já utilizada.

Os outros seis homens levados até a sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro do Cordeiro, foram liberados na noite dessa quinta-feira (1º). Na abordagem ao grupo, num apartamento no bairro do Vasco da Gama, um oitavo homem conseguiu fugir do cerco policial. A polícia suspeita que os três assaltantes tenham cometido outro roubo antes de abordar Amanda.

Leia também:

"Futuro é interrompido pela marginalidade", diz pai de Amanda Santos

O grupo detido num apartamento do Vasco da Gama será investigado pois pode ter praticado várias ações delituosas. O delegado do DHPP, Paulo Furtado, afirma que os indícios são fortes:

RELEMBRE O CASO

Amanda tinha acabado de sair de um salão de beleza, na Rua Nova Betânia, no bairro do Cajueiro, na noite da última quarta-feira (31). A administradora foi abordada no interior do veículo e, assustada, tentou fugir acelerando o ecosport.

A vítima chegou a ser socorrida para o Hospital da Restauração, mas não resistiu e morreu minutos depois. O corpo de Amanda Adelia dos Santos foi velado e cremado no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, na tarde dessa quinta-feira.

Mais Lidas