SEGURANÇA

Greve dos bancos adia protesto da Ordem dos Policiais do Brasil

O protesto é nacional e pede mais segurança e melhores condições de trabalho. Entidades representativas da Segurança Pública ficaram com receio do aumento da violência

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 05/09/2016 às 19:40
Leitura:
Imagem Ilustrativa

O protesto intitulado “Mais segurança e menos violência”, que seria realizada nesta terça-feira (6),foi adiado até o fim da greve dos bancários. De acordo com a Ordem dos Policiais do Brasil (OPB), a mudança de data foi realizada como medida para evitar o aumento da violência e do risco de assaltos e explosões a bancos. O ato conta com a participação de vários profissionais de todas as categorias da segurança pública.

Em nota, o presidente da OPB, Frederico França afirmou que a responsabilidade da categoria “não nos permite realizar uma grande mobilização diante da greve dos bancários, que demandará bastante dos profissionais da segurança pública”.

Após a reunião com lideranças de todas as categorias, a mobilização agendada para esta terça, foi transferida para o dia 13, caso a greve já tenha acabado, às 14h. A ação será em conjunto com a mobilização nacional dos servidores e trabalhadores.

Mais Lidas