SERVIÇOS

Taxistas do Recife protestam contra o Uber e o transporte clandestino

Nesse domingo, o prefeito Geraldo Julio divulgou vídeo em apoio aos taxistas

Maria Luísa Ferro
Maria Luísa Ferro
Publicado em 05/09/2016 às 7:47
Leitura:
Foto: Rafael Carneiro/Rádio Jornal

Os taxistas promoveramm na manhã desta segunda-feira (5) um protesto contra o serviço de passageiros Uber. A concentração do ato foi na Avenida Beira Rio, na Madalena, onde agentes da CTTU e policias acompanharam o percurso que seguiu até a Prefeitura do Recife, onde participaram de reunião com representantes das secretarias de Governo e Mobilidade e Controle Urbano. Nessa reunião, a Prefeitura prometeu a categoria um plano de fiscalização imediata contra o Uber.

Saiba mais no flash de Rafael Carneiro:

O ato desta segunda (5) não conta com o apoio do Sindicato dos Taxistas de Pernambuco nem da Associação dos Profissionais de Táxi do Recife. Dessa vez, a mobilização tem cunho político e será liderada pela Força Sindical de Pernambuco. A expectativa é de que cerca de duzentos veículos participem do ato.

Para Sandro Cavalcanti, presidente da Associação dos Profissionais de Táxi do Recife, a entidade defende a discussão sobre o funcionamento do aplicativo assim que acabar o período político. "Nenhum posicionamento será decidido agora porque estamos em um momento de campanha eleitoral. Quem tem que resolver a situação é o prefeito e não um grupo político que está por trás dessa manifestação, querendo chamar a atenção para ganhar votos", alegou Cavalcanti, defendo ainda que o protesto seja pacífico para não prejudicar a população.

POLÊMICA

Na noite deste domingo (4), o prefeito Geraldo Julio (PSB) se envolveu em uma nova polêmica na disputa Táxi x Uber. Após se reunir com representantes dos taxistas, ele divulgou um vídeo afirmando que o táxi é que tem a permissão exclusiva para circular com passageiros, e que vai intensificar a fiscalização. Em resposta ao vídeo, os motoristas do Uber e a população apoiadora do serviço prometeram realizar ato nos próximos dias.

O Uber divulgou uma nota na manhã desta segunda (5), afirmando que no próximo dia 14, os motoristas farão uma paralisação das 8h às 18h. No mesmo dia, às 14h, eles seguirão para o Hemope, onde farão doação de sangue coletiva. Ainda segundo a nota, o protesto é contra a perseguição por parte da CTTU e por tarifas mais justas para os motoristas e usuários.

Mais Lidas