PARALISAÇÃO

Greve dos bancários aumenta procura por atendimento

A greve é por tempo indeterminado, já que não houve acordo entre a categoria e a Federação Nacional dos Bancos

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 06/09/2016 às 13:06
Leitura:
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem


Embora já tenha sido anunciada desde a semana passada, a greve dos bancários mexeu muito com a rotina da população. A movimento segue por tempo indeterminado, já que não houve acordo entre a categoria e a Federação Nacional dos Bancos (Febraban).

Na agência do Bradesco, no bairro do Derby, área central do Recife, uma das poucas que manteve o funcionamento, a fila dava voltas há duas horas antes mesmo do horário de funcionamento.

Além desta unidade, o atendimento está sendo mantido nas unidades Boa Viagem, Imperador, Concórdia e Boa Vista, para atender os aposentados e pensionistas do Estado.

De acordo com o Sindicato dos Bancários de Pernambuco, a adesão deve aumentar a partir do segundo dia e garante 30% dos serviços. Nas negociações, a Febraban oferece 6& de reajuste salarial e os bancários exigem reposição da inflação mais ganho real de 5%.

O Procon Pernambuco orienta os consumidores que este período grevista não isenta os juros em caso de atraso. Para isso, o interessado deve quitar os débitos por meios alternativos como autoatendimento, casas lotéricas e débito em conta. Qualquer dúvida ou reclamação, o consumidor pode procurar uma as unidades do Procon ou ligar para 0800.282.1512.

Ouça outros detalhes na reportagem de Rafael Carneiro:

Mais Lidas