VIOLÊNCIA

Policia anuncia novidades na investigação do caso da menina Beatriz

O delegado Marceone Ferreira apresentará os avanços na investigação do caso, que chocou a sociedade, nesta quinta-feira no Colégio Militar de Petrolina

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 07/09/2016 às 22:52
Leitura:
Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira (08), às 14h30, no Colégio Militar de Petrolina, o delegado Marceone Ferreira e o perito Gilmario Lima, apresentarão os avanços na investigação do Caso Beatriz. O crime foi registrado dentro de uma escola particular de Petrolina, sertão de Pernambuco, no dia 10 de dezembro de 2015.

A menina Beatriz de 7 anos foi assassinada durante uma festa de formatura do ensino médio do Colégio Nossa Senhora de Auxiliadora, um dos mais tradicionais de Petrolina. A garota tinha saído de perto da família para beber água e depois foi encontrada morta com mais de 40 golpes de faca, dentro de um depósito de material esportivo.

A polícia já coleteu mais de 120 ouvidorias e mais de 50 perícias, mas até agora ninguém foi preso. Cinco ex-funcionários do colégio foram apontados como suspeitos por conta das contradições nos depoimentos. Até a Secretária de Segurança Pública da Bahia se comprometeu a ceder equipes e infraestrutura para auxiliar as investigações. O Ministério Público de Pernambuco criou uma força tarefa de promotores para atuar junto aos policiais.

Protestos foram realizados nos últimos meses pedindo a resolução do caso. Grupos nas redes sociais pedem o afastamento do atual delegado.

Mais Lidas