PROTESTO

Em carreata, motoristas da Uber pedem saída de Geraldo Júlio

Os motoristas afirmam que o prefeito do Recife deu poder de polícia aos taxistas e atiçou para que eles agissem de má fé

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 09/09/2016 às 14:46
Leitura:
Foto: Erick França/Rádio Jornal


Motoristas da Uber se concentram no primeiro jardim da Avenida Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, para realizar uma carreata até o Ministério Público de Pernambuco, que fica na Avenida Visconde Suassuna, no bairro de Santo Amaro, na área central da capital.

Os motoristas protestam contra o que eles chamam de perseguição dos guardas da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) do Recife. O administrador de empresas e motoristas da Uber, Luiz Mário, acredita que há uma caça contra os trabalhadores. “Eu acho que foi um ato impensado por pare do prefeito Geraldo Júlio, que incitou a violência. Nós estamos sendo cassados”, disse.

Ainda segundo os motoristas, o prefeito da cidade deu poder de polícia para os taxistas e atiçou para que eles agissem de má fé. Além dos trabalhadores, apoiadores da Uber compareceram ao local. O professor de inglês, Bruno Moulevade, é usuário da Uber e foi apoiar os motoristas. “Meu dinheiro, enquanto usuário, é poder escolher um serviço de melhor qualidade e mais barato”, afirmou.

A expectativa da organização é de que mais de cem veículos participem do cortejo. A Guarda Municipal e a Polícia Militar foram convidadas para acompanhar a carreata.

Ouça outros detalhes na reportagem de Erick França:

Mais Lidas